Dicas para treinar em jejum sem passar mal - Mais Arquitetura

MaisArquitetura.com.br

Breaking

segunda-feira, 12 de agosto de 2019

Dicas para treinar em jejum sem passar mal


Um dos tabus quando o assunto é treino físico é sobre a necessidade de se alimentar antes de praticar.

Será que o jejum intermitente emagrece de verdade? Ajuda na perda de gordura e medidas?

De forma geral, tornou-se popular a ideia de que é preciso se alimentar antes de qualquer exercício físico.

Mas será que isso está realmente correto? Estudos apontam que treinar em jejum pode acelerar a queima de gordura, no caso das pessoas que buscam a perda de peso, isso seria uma forma de acelerar o processo.

Mesmo assim, existe alguns fatores que devem ser levados em consideração antes de optar por isso.

Treinar em jejum, quando feito de forma errada, pode prejudicar o treino, causar mal estar ou acidentes.

Se você tem interesse em saber como treinar em jejum sem passar mal, continue lendo a matéria.

Treino em Jejum x Saúde


É considerado um treino em jejum quando a pessoa se alimentou entre 6 a 8 horas antes do treino e nada depois disso.

Dessa forma, quando a pessoa em jejum faz alguma atividade física, o corpo queima gordura como combustível, o que torna o emagrecimento mais rápido.

Mesmo assim, é importante levar em conta a saúde da pessoa, quando feito de forma errada ou sem acompanhamento profissional, o treino em jejum pode causar queda de pressão e hipoglicemia e dessa forma, o corpo é forçado a parar o treino para se recuperar.

Pessoas sedentárias ou com alguma patologia também precisam tomar cuidado redobrado, e só optar por esse tipo de treino após uma consulta com médico ou nutricionista.

Como treinar em jejum sem passar mal?

Separamos algumas dicas para quando você for treinar em jejum, evitar o mal estar e fadiga, confira!

Dica 01: Nunca faça nada sem acompanhamento médico


Antes de praticar qualquer atividade física ou treino, é muito importante saber como está a sua saúde.

Caso exista alguma doença, problema físico, muscular ou hormonal, o médico ou nutricionista poderá passar melhores orientações para que o treino cause efeitos positivos e não prejudique o corpo.

Dica 02: Nada acontece do dia para noite

Ninguém começa a treinar em jejum do dia para noite, se você pensou isso, pode voltar atrás. Antes de iniciar o treino em jejum, é preciso que o corpo se acostume a passar longas horas sem receber nenhum tipo de alimento.

Ao iniciar o treino em jejum, especialistas indicam que as pessoas que já praticam exercício físico devem começar devagar, 10 minutos por dia, depois 15 minutos, 20 minutos e indo até o máximo recomendado de 45 minutos por treino em jejum.

Mas se você não tem o costume de praticar atividades físicas regulares, uma boa solução para acostumar o corpo ao jejum é através do jejum intermitente. Confira a próxima dica.

Dica 03: Dieta: pode ou não?

Se você quer treinar em jejum para acelerar a perda de peso, esqueça as dietas da moda.

Normalmente, essas dietas são muito restritivas e embora ajudem a emagrecer, causam uma enorme deficiência de nutrientes no seu corpo, com o tempo, você não conseguirá fazer exercícios físicos em jejum sem passar mal.

Você pode trocar as dietas restritivas pelo jejum intermitente unido a reeducação alimentar.

Dessa forma, o jejum intermitente emagrece e não causa o efeito rebote, além de te proporcionar energia e nutrientes suficientes, aos poucos você irá se acostumar em permanecer em jejum e o treino se tornará fácil.

Nenhum comentário:

Postar um comentário